8 dicas para entender sobre investimentos e saber onde aplicar o seu dinheiro



A maioria das pessoas já pensou em como estará financeiramente a um longo prazo, diante disso, é comum ver pessoas planejando realizar investimentos para poder ter um futuro mais confortável, seguro e estável.


Ao contrário do que muitos pensam, para realizar investimentos não é necessário possuir uma grande quantia em dinheiro, existem possibilidades no mercado que permitem investir com valores baixos e acessíveis.


Por isso a importância de realizar estudos a respeito das opções disponibilizadas no mercado de investimentos, dessa forma é viável escolher uma modalidade que permite dar os primeiros passos rumo a rotina de investidor, se tornando uma prioridade e trazendo retornos a curto, médio e longo prazo.


Há possibilidades de investir em renda fixa, como títulos públicos federais negociados junto ao Tesouro Direto. Essa modalidade permite investimentos a partir de R$ 30. Caso alguém tenha conseguido juntar um pouco mais, pode investir em CDBs (Certificados de Depósito Bancário), a partir de R$ 500.


Outro ponto importante é a possibilidade de pessoas endividadas realizarem investimentos, mas antes de tomar a decisão de investir, o devedor precisa considerar pontos importantes, como o percentual de juros que estão acumulando sobre o valor da dívida, normalmente, as linhas de investimento não rendem tanto quando comparado com o valor de juros que incide sobre o que se deve ao credor.


Renda Fixa ou Variável?


A principal diferença quando pensamos em investimentos na renda fixa e renda variável está no valor que será pago.


Na renda fixa, o investidor sabe um valor aproximado do que irá receber caso leve o investimento até o fim. O investimento em renda variável não dá possibilidade de previsões, por isso, os ganhos com investimentos em renda variável podem ser maiores quando comparamos com os de renda fixa, mas também podem não ser.


Observe a liquidez dos investimentos


Entenda que liquidez é a rapidez que se consegue transformar o investimento em dinheiro líquido. Um bom exemplo disso são os investimentos em Tesouro Direto, por exemplo, caso você queira vender o título, a compra por parte do Tesouro é certa.

Por isso entenda as suas necessidades, se você precisar de dinheiro rápido, mais líquido deve ser o investimento que fizer. A poupança também é uma possibilidade de retorno rápido, entretanto, sem grandes rendimentos.


Retorno a curto, médio ou longo prazo?


Quem já alcançou a vida adulta percebeu que ao longo dela vamos enfrentar diversas fases, não é? Se preparar para essas etapas é necessário, por isso a importância de planejar.


É preciso estabelecer metas, considerando o tempo para alcançá-las. Por exemplo, você precisa de um automóvel, mas para quando? É mais importante quitar dívidas ou comprar um carro? Nessa situação, o seu objetivo a curto prazo é negociar e quitar suas dívidas, o carro pode ser um investimento para médio prazo e a previdência privada um a longo prazo.


Distribua seu dinheiro, mas calma…


Antes de realizar essa distribuição, verifique em quais classes de ativo você fará o investimento.


Atualmente existem diversos títulos prefixados e pós-fixados como o Tesouro Direto, CDBs, Debêntures, CRIs (Certificado de Recebível Imobiliário, CRAs (Certificado de Recebível do Agronegócio), entre outros.


Investir em ações é uma boa opção


Para realizar o seu investimento em ações, escolha muito bem qual será a empresa.


É necessário avaliar uma série de indicadores que influenciam na valorização dela, como o crescimento, pagamento de proventos, boa gestão, dívida e lucro.


Opte por empresas que já estão consolidadas no mercado e que sejam boas pagadoras de dividendos.


Seja paciente


Sentimos muito ter que te dizer isso, mas a única maneira de ficar rico em pouco tempo é apostando na loteria ou nascendo herdeiro.


Investimentos levam tempo, por isso é essencial que ao aplicar o seu dinheiro, você precisará acreditar e não desistir.


Por mais que demore, com o passar dos anos você terá um valor significativo para viver bem e com tranquilidade.

Acompanhe os seus investimentos


É essencial que você olhe os seus ativos com uma relevante frequência, principalmente se tiver realizado o seu investimento em linhas de renda variável.


Acompanhe os seus ativos pelo menos uma vez ano, assim você saberá se ainda é viável manter seu dinheiro ali.


Fundos imobiliários geram uma renda estável


Existe uma regra que indica que os fundos de investimentos imobiliários pagam os dividendos semestralmente, entretanto, quando vamos para prática, esses proventos são pagos mensalmente. Isso mesmo, investir em imóveis é uma excelente opção dentre as disponíveis atualmente.


Os fundos imobiliários são menos inconstantes do que as ações, isso traz mais segurança para quem está investindo.


Saiba como investir na nossa unidade Sapiens clicando aqui.


Curtiu as dicas? Você pode acessar o nosso conteúdo sempre que quiser, clica nesse link e acompanhe o nosso blog.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo